Dicotomias

Memórias, contos & Poesia

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

NO TEU COLO por Hélder Gonçalves






Ouço, no teu colo
Gritos ocultos
Desejos contidos,
Orgasmos travados.
Sonhos desfeitos
Sentidos no teu amar

Tanta emoção!
Feridas, ficaram.
Golpes profundos,
Ainda por sarar:
Coisas do coração!

Ouço, no teu colo,
Cadencia - Alteração
Escuto o respirar,
O arfar da emoção.
No silencio - Só os dois.
Sem palavras!

Bonitos envolvimentos:
Enleados no desejo:
Orgia dos sentimentos
Coisas do coração!



Docarmo

29-05-2012

A Sala do Tempo Parado

A Sala do Tempo Parado
Só quem não viveu não tem histórias para contar

Seguidores