DICOTOMIAS

MEMÓRIAS, CONTOS E POESIA

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Poeta é um fingidor



Há quem diga: poeta é um fingidor
Está certo! -  respeito tal  opinião
Ele pode ser tudo, seja o que for:
quanto a mim, será outra a razão

Poema será mais que tudo isso
Gritos da alma, dos sentimentos.
Do coração saídos em compromisso,
assenta na palavra e nos momentos

Poeta  é , o que dá voz ao coração
Nunca, mero exercício de palavras
Fingidor? - jamais serei, por devoção,
mesmo que, por demais,sejam amargas




Hélder Gonçalves/Docarmo

Dez. 2013

A Sala do Tempo Parado

A Sala do Tempo Parado
Só quem não viveu não tem histórias para contar

Seguidores